terça-feira, 2 de abril de 2019

Curso - «Gestão de Materiais de Manutenção» - 11, 12 e 30 de Abril de 2019, Lisboa


Curso - «Gestão de Materiais de Manutenção» - 24 horas
Data: 11, 12 e 30 de Abril de 2019, Lisboa - 09:00/13:00 – 14:15/17:45


De modo a que as empresas possam reduzir drasticamente a área ocupada com a armazenagem de materiais de manutenção e, simultaneamente, o dinheiro desnecessariamente empatado e o risco de constituição de monos, a APMI organiza este curso sobre Gestão de materiais de Manutenção.

Destinatários
Quadros Técnicos e Engenheiros responsáveis pela Manutenção de instalações e de equipamentos de produção em empresas industriais e grandes edifícios (hotéis, hospitais, centros comerciais, bancos, etc.);
Quadros e Gestores operacionais que ambicionem exercer a função de Gestores de Activos Físicos.

Objectivos
Divulgar os conceitos teóricos e práticos que permitam:

· Distinguir entre materiais cuja existência permanente em armazém se justifica e materiais que só devem ser adquiridos em vésperas de intervenções de manutenção preventiva planeada;
· Determinar os parâmetros de gestão dos materiais que se justificam existir permanentemente em armazém, segundo os modelos de reposição contínua e reposição periódica;
· Planear as encomendas a fornecedores de materiais destinados a intervenções de manutenção preventiva (sistemática ou condicionada) pelo algoritmo MRP;
· Calcular as necessidades de curto e médio prazo de peças de reserva;
· Determinar a quantidade de componentes necessários durante um período longo;
· Determinar se se justifica economicamente a posse de um sobressalente caro em stock;
· Determinar os indicadores mais comuns da performance da gestão de materiais em armazém (composição ABC, rotação, cobertura, nível de serviço e custos de gestão);
· Entender a influência dos parâmetros de gestão na performance;
· Capacitar os participantes na utilização de funções específicas do MS-EXCEL.


Conteúdo Programático
Modelos de Gestão “Just-in-Case
Factores a Considerar num Modelo: procura; custos (oportunidade e armazenagem); prazo de aprovisionamento. Quantidade económica de encomenda (com e sem descontos de quantidade). Modelos de Revisão: Contínua, periódica e mistos. Stocks de Segurança. Nível de serviço. Stock de Segurança quando a procura é variável e o prazo de aprovisionamento é fixo – no caso da revisão contínua (modelo Q) e no caso da revisão periódica (modelo P). Centralização versus descentralização de armazéns (centrais de compras). Stock de Segurança quando a procura e o prazo de aprovisionamento são ambos variáveis. Sazonalidade e sua Influência na Gestão. Exemplos em MS-EXCEL.
Modelo de Gestão “Just-in-Time
Procura irregular e previsível. Necessidades líquidas de materiais a partir do plano de intervenções de manutenção preventiva e consequente plano de aprovisionamentos. Modelo de Necessidades Líquidas (ou MRP). Exemplos em MS-EXCEL.
Peças de reserva
Procura reduzida, irregular e imprevisível. Probabilidade de cumprimento de uma missão. Cálculo do ponto de encomenda. Distribuição de probabilidade Poisson e Binomial. Procura de componentes que falham antes da substituição preventiva. Previsão da Procura de Médio/Longo Prazo. Manter ou não um Sobressalente? Exemplos em MS-EXCEL.
Avaliação do desempenho da gestão
Indicadores de desempenho de um Sistema de Gestão de Stocks. Nível de serviço. Rotação e cobertura. Análise ABC segundo diferentes critérios. Exemplos em MS-EXCEL.

Metodologias
§     Exposição de conceitos com recurso ao método dedutivo;
§     Resolução de casos com o apoio de aplicações prontas e de templates em MS-EXCEL;

Formador: Rui Assis (Prof.)
Doutorado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico. Licenciado em Engenharia Mecânica, ramo Termodinâmica, pelo Instituto Superior Técnico. Bacharelado em Eletrotecnia e Máquinas pelo ex-Instituto Industrial de Lisboa e em Máquinas Marítimas pela Escola Náutica. Professor Universitário (Investigação Operacional, Técnicas de Simulação Computorizada, Gestão da Produção e Gestão da Manutenção). Consultor de empresas em Economia Operacional. Ex-quadro e gestor de várias empresas privadas. Ex-Oficial Maquinista Naval da Marinha Mercante. Autor de vários artigos e de nove livros sobre temas de gestão. Autor de muitas aplicações de software de apoio à decisão.

DURAÇÃO: 24 Horas

Documentação de apoio
§   O livro “Apoio à Decisão em Manutenção na Gestão de Activos Físicos”, Rui Assis, LIDEL, 2014;
§   As aplicações EXCEL que acompanham este livro e que foram trabalhadas durante as sessões;
§   Os slides PP formatados em PDF que foram projectados.


De modo a que as empresas possam reduzir drasticamente a área ocupada com a armazenagem de materiais de manutenção e, simultaneamente, o dinheiro desnecessariamente empatado e o risco de constituição de monos, a APMI organiza este curso sobre Gestão de materiais de Manutenção.
Destinatários
Quadros Técnicos e Engenheiros responsáveis pela Manutenção de instalações e de equipamentos de produção em empresas industriais e grandes edifícios (hotéis, hospitais, centros comerciais, bancos, etc.);
Quadros e Gestores operacionais que ambicionem exercer a função de Gestores de Activos Físicos.
Objectivos
Divulgar os conceitos teóricos e práticos que permitam:
  • Distinguir entre materiais cuja existência permanente em armazém se justifica e materiais que só devem ser adquiridos em vésperas de intervenções de manutenção preventiva planeada;
  • Determinar os parâmetros de gestão dos materiais que se justificam existir permanentemente em armazém, segundo os modelos de reposição contínua e reposição periódica;
  • Planear as encomendas a fornecedores de materiais destinados a intervenções de manutenção preventiva (sistemática ou condicionada) pelo algoritmo MRP;
  • Calcular as necessidades de curto e médio prazo de peças de reserva;
  • Determinar a quantidade de componentes necessários durante um período longo;
  • Determinar se se justifica economicamente a posse de um sobressalente caro em stock;
  • Determinar os indicadores mais comuns da performance da gestão de materiais em armazém (composição ABC, rotação, cobertura, nível de serviço e custos de gestão);
  • Entender a influência dos parâmetros de gestão na performance;
  • Capacitar os participantes na utilização de funções específicas do MS-EXCEL.
Conteúdo Programático
Modelos de Gestão “Just-in-Case
Factores a Considerar num Modelo: procura; custos (oportunidade e armazenagem); prazo de aprovisionamento. Quantidade económica de encomenda (com e sem descontos de quantidade). Modelos de Revisão: Contínua, periódica e mistos. Stocks de Segurança. Nível de serviço. Stock de Segurança quando a procura é variável e o prazo de aprovisionamento é fixo – no caso da revisão contínua (modelo Q) e no caso da revisão periódica (modelo P). Centralização versus descentralização de armazéns (centrais de compras). Stock de Segurança quando a procura e o prazo de aprovisionamento são ambos variáveis. Sazonalidade e sua Influência na Gestão. Exemplos em MS-EXCEL.
Modelo de Gestão “Just-in-Time
Procura irregular e previsível. Necessidades líquidas de materiais a partir do plano de intervenções de manutenção preventiva e consequente plano de aprovisionamentos. Modelo de Necessidades Líquidas (ou MRP). Exemplos em MS-EXCEL.
Peças de reserva
Procura reduzida, irregular e imprevisível. Probabilidade de cumprimento de uma missão. Cálculo do ponto de encomenda. Distribuição de probabilidade Poisson e Binomial. Procura de componentes que falham antes da substituição preventiva. Previsão da Procura de Médio/Longo Prazo. Manter ou não um Sobressalente? Exemplos em MS-EXCEL.
Avaliação do desempenho da gestão
Indicadores de desempenho de um Sistema de Gestão de Stocks. Nível de serviço. Rotação e cobertura. Análise ABC segundo diferentes critérios. Exemplos em MS-EXCEL.
Metodologias
  • Exposição de conceitos com recurso ao método dedutivo;
  • Resolução de casos com o apoio de aplicações prontas e de templates em MS-EXCEL;
Formador: Rui Assis (Prof.)
Doutorado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico. Licenciado em Engenharia Mecânica, ramo Termodinâmica, pelo Instituto Superior Técnico. Bacharelado em Eletrotecnia e Máquinas pelo ex-Instituto Industrial de Lisboa e em Máquinas Marítimas pela Escola Náutica. Professor Universitário (Investigação Operacional, Técnicas de Simulação Computorizada, Gestão da Produção e Gestão da Manutenção). Consultor de empresas em Economia Operacional. Ex-quadro e gestor de várias empresas privadas. Ex-Oficial Maquinista Naval da Marinha Mercante. Autor de vários artigos e de nove livros sobre temas de gestão. Autor de muitas aplicações de software de apoio à decisão.
DURAÇÃO: 24 Horas
Documentação de apoio
  • O livro “Apoio à Decisão em Manutenção na Gestão de Activos Físicos”, Rui Assis, LIDEL, 2014;
  • As aplicações EXCEL que acompanham este livro e que foram trabalhadas durante as sessões;
  • Os slides PP formatados em PDF que foram projectados.
  •  
Ficha de Inscrição no Curso


Ler mais: https://www.apmi.pt/news/curso-gestao-de-materiais-de-manutencao-11-12-29-e-30-de-abril-de-2019-lisboa/
De modo a que as empresas possam reduzir drasticamente a área ocupada com a armazenagem de materiais de manutenção e, simultaneamente, o dinheiro desnecessariamente empatado e o risco de constituição de monos, a APMI organiza este curso sobre Gestão de materiais de Manutenção.
Destinatários
Quadros Técnicos e Engenheiros responsáveis pela Manutenção de instalações e de equipamentos de produção em empresas industriais e grandes edifícios (hotéis, hospitais, centros comerciais, bancos, etc.);
Quadros e Gestores operacionais que ambicionem exercer a função de Gestores de Activos Físicos.
Objectivos
Divulgar os conceitos teóricos e práticos que permitam:
  • Distinguir entre materiais cuja existência permanente em armazém se justifica e materiais que só devem ser adquiridos em vésperas de intervenções de manutenção preventiva planeada;
  • Determinar os parâmetros de gestão dos materiais que se justificam existir permanentemente em armazém, segundo os modelos de reposição contínua e reposição periódica;
  • Planear as encomendas a fornecedores de materiais destinados a intervenções de manutenção preventiva (sistemática ou condicionada) pelo algoritmo MRP;
  • Calcular as necessidades de curto e médio prazo de peças de reserva;
  • Determinar a quantidade de componentes necessários durante um período longo;
  • Determinar se se justifica economicamente a posse de um sobressalente caro em stock;
  • Determinar os indicadores mais comuns da performance da gestão de materiais em armazém (composição ABC, rotação, cobertura, nível de serviço e custos de gestão);
  • Entender a influência dos parâmetros de gestão na performance;
  • Capacitar os participantes na utilização de funções específicas do MS-EXCEL.
Conteúdo Programático
Modelos de Gestão “Just-in-Case
Factores a Considerar num Modelo: procura; custos (oportunidade e armazenagem); prazo de aprovisionamento. Quantidade económica de encomenda (com e sem descontos de quantidade). Modelos de Revisão: Contínua, periódica e mistos. Stocks de Segurança. Nível de serviço. Stock de Segurança quando a procura é variável e o prazo de aprovisionamento é fixo – no caso da revisão contínua (modelo Q) e no caso da revisão periódica (modelo P). Centralização versus descentralização de armazéns (centrais de compras). Stock de Segurança quando a procura e o prazo de aprovisionamento são ambos variáveis. Sazonalidade e sua Influência na Gestão. Exemplos em MS-EXCEL.
Modelo de Gestão “Just-in-Time
Procura irregular e previsível. Necessidades líquidas de materiais a partir do plano de intervenções de manutenção preventiva e consequente plano de aprovisionamentos. Modelo de Necessidades Líquidas (ou MRP). Exemplos em MS-EXCEL.
Peças de reserva
Procura reduzida, irregular e imprevisível. Probabilidade de cumprimento de uma missão. Cálculo do ponto de encomenda. Distribuição de probabilidade Poisson e Binomial. Procura de componentes que falham antes da substituição preventiva. Previsão da Procura de Médio/Longo Prazo. Manter ou não um Sobressalente? Exemplos em MS-EXCEL.
Avaliação do desempenho da gestão
Indicadores de desempenho de um Sistema de Gestão de Stocks. Nível de serviço. Rotação e cobertura. Análise ABC segundo diferentes critérios. Exemplos em MS-EXCEL.
Metodologias
  • Exposição de conceitos com recurso ao método dedutivo;
  • Resolução de casos com o apoio de aplicações prontas e de templates em MS-EXCEL;
Formador: Rui Assis (Prof.)
Doutorado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico. Licenciado em Engenharia Mecânica, ramo Termodinâmica, pelo Instituto Superior Técnico. Bacharelado em Eletrotecnia e Máquinas pelo ex-Instituto Industrial de Lisboa e em Máquinas Marítimas pela Escola Náutica. Professor Universitário (Investigação Operacional, Técnicas de Simulação Computorizada, Gestão da Produção e Gestão da Manutenção). Consultor de empresas em Economia Operacional. Ex-quadro e gestor de várias empresas privadas. Ex-Oficial Maquinista Naval da Marinha Mercante. Autor de vários artigos e de nove livros sobre temas de gestão. Autor de muitas aplicações de software de apoio à decisão.
DURAÇÃO: 24 Horas
Documentação de apoio
  • O livro “Apoio à Decisão em Manutenção na Gestão de Activos Físicos”, Rui Assis, LIDEL, 2014;
  • As aplicações EXCEL que acompanham este livro e que foram trabalhadas durante as sessões;
  • Os slides PP formatados em PDF que foram projectados.
  •  
Ficha de Inscrição no Curso


Ler mais: https://www.apmi.pt/news/curso-gestao-de-materiais-de-manutencao-11-12-29-e-30-de-abril-de-2019-lisboa/
De modo a que as empresas possam reduzir drasticamente a área ocupada com a armazenagem de materiais de manutenção e, simultaneamente, o dinheiro desnecessariamente empatado e o risco de constituição de monos, a APMI organiza este curso sobre Gestão de materiais de Manutenção.
Destinatários
Quadros Técnicos e Engenheiros responsáveis pela Manutenção de instalações e de equipamentos de produção em empresas industriais e grandes edifícios (hotéis, hospitais, centros comerciais, bancos, etc.);
Quadros e Gestores operacionais que ambicionem exercer a função de Gestores de Activos Físicos.
Objectivos
Divulgar os conceitos teóricos e práticos que permitam:
  • Distinguir entre materiais cuja existência permanente em armazém se justifica e materiais que só devem ser adquiridos em vésperas de intervenções de manutenção preventiva planeada;
  • Determinar os parâmetros de gestão dos materiais que se justificam existir permanentemente em armazém, segundo os modelos de reposição contínua e reposição periódica;
  • Planear as encomendas a fornecedores de materiais destinados a intervenções de manutenção preventiva (sistemática ou condicionada) pelo algoritmo MRP;
  • Calcular as necessidades de curto e médio prazo de peças de reserva;
  • Determinar a quantidade de componentes necessários durante um período longo;
  • Determinar se se justifica economicamente a posse de um sobressalente caro em stock;
  • Determinar os indicadores mais comuns da performance da gestão de materiais em armazém (composição ABC, rotação, cobertura, nível de serviço e custos de gestão);
  • Entender a influência dos parâmetros de gestão na performance;
  • Capacitar os participantes na utilização de funções específicas do MS-EXCEL.
Conteúdo Programático
Modelos de Gestão “Just-in-Case
Factores a Considerar num Modelo: procura; custos (oportunidade e armazenagem); prazo de aprovisionamento. Quantidade económica de encomenda (com e sem descontos de quantidade). Modelos de Revisão: Contínua, periódica e mistos. Stocks de Segurança. Nível de serviço. Stock de Segurança quando a procura é variável e o prazo de aprovisionamento é fixo – no caso da revisão contínua (modelo Q) e no caso da revisão periódica (modelo P). Centralização versus descentralização de armazéns (centrais de compras). Stock de Segurança quando a procura e o prazo de aprovisionamento são ambos variáveis. Sazonalidade e sua Influência na Gestão. Exemplos em MS-EXCEL.
Modelo de Gestão “Just-in-Time
Procura irregular e previsível. Necessidades líquidas de materiais a partir do plano de intervenções de manutenção preventiva e consequente plano de aprovisionamentos. Modelo de Necessidades Líquidas (ou MRP). Exemplos em MS-EXCEL.
Peças de reserva
Procura reduzida, irregular e imprevisível. Probabilidade de cumprimento de uma missão. Cálculo do ponto de encomenda. Distribuição de probabilidade Poisson e Binomial. Procura de componentes que falham antes da substituição preventiva. Previsão da Procura de Médio/Longo Prazo. Manter ou não um Sobressalente? Exemplos em MS-EXCEL.
Avaliação do desempenho da gestão
Indicadores de desempenho de um Sistema de Gestão de Stocks. Nível de serviço. Rotação e cobertura. Análise ABC segundo diferentes critérios. Exemplos em MS-EXCEL.
Metodologias
  • Exposição de conceitos com recurso ao método dedutivo;
  • Resolução de casos com o apoio de aplicações prontas e de templates em MS-EXCEL;
Formador: Rui Assis (Prof.)
Doutorado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico. Licenciado em Engenharia Mecânica, ramo Termodinâmica, pelo Instituto Superior Técnico. Bacharelado em Eletrotecnia e Máquinas pelo ex-Instituto Industrial de Lisboa e em Máquinas Marítimas pela Escola Náutica. Professor Universitário (Investigação Operacional, Técnicas de Simulação Computorizada, Gestão da Produção e Gestão da Manutenção). Consultor de empresas em Economia Operacional. Ex-quadro e gestor de várias empresas privadas. Ex-Oficial Maquinista Naval da Marinha Mercante. Autor de vários artigos e de nove livros sobre temas de gestão. Autor de muitas aplicações de software de apoio à decisão.
DURAÇÃO: 24 Horas
Documentação de apoio
  • O livro “Apoio à Decisão em Manutenção na Gestão de Activos Físicos”, Rui Assis, LIDEL, 2014;
  • As aplicações EXCEL que acompanham este livro e que foram trabalhadas durante as sessões;
  • Os slides PP formatados em PDF que foram projectados.
  •  
Ficha de Inscrição no Curso


Ler mais: https://www.apmi.pt/news/curso-gestao-de-materiais-de-manutencao-11-12-29-e-30-de-abril-de-2019-lisboa/
De modo a que as empresas possam reduzir drasticamente a área ocupada com a armazenagem de materiais de manutenção e, simultaneamente, o dinheiro desnecessariamente empatado e o risco de constituição de monos, a APMI organiza este curso sobre Gestão de materiais de Manutenção.
Destinatários
Quadros Técnicos e Engenheiros responsáveis pela Manutenção de instalações e de equipamentos de produção em empresas industriais e grandes edifícios (hotéis, hospitais, centros comerciais, bancos, etc.);
Quadros e Gestores operacionais que ambicionem exercer a função de Gestores de Activos Físicos.
Objectivos
Divulgar os conceitos teóricos e práticos que permitam:
  • Distinguir entre materiais cuja existência permanente em armazém se justifica e materiais que só devem ser adquiridos em vésperas de intervenções de manutenção preventiva planeada;
  • Determinar os parâmetros de gestão dos materiais que se justificam existir permanentemente em armazém, segundo os modelos de reposição contínua e reposição periódica;
  • Planear as encomendas a fornecedores de materiais destinados a intervenções de manutenção preventiva (sistemática ou condicionada) pelo algoritmo MRP;
  • Calcular as necessidades de curto e médio prazo de peças de reserva;
  • Determinar a quantidade de componentes necessários durante um período longo;
  • Determinar se se justifica economicamente a posse de um sobressalente caro em stock;
  • Determinar os indicadores mais comuns da performance da gestão de materiais em armazém (composição ABC, rotação, cobertura, nível de serviço e custos de gestão);
  • Entender a influência dos parâmetros de gestão na performance;
  • Capacitar os participantes na utilização de funções específicas do MS-EXCEL.
Conteúdo Programático
Modelos de Gestão “Just-in-Case
Factores a Considerar num Modelo: procura; custos (oportunidade e armazenagem); prazo de aprovisionamento. Quantidade económica de encomenda (com e sem descontos de quantidade). Modelos de Revisão: Contínua, periódica e mistos. Stocks de Segurança. Nível de serviço. Stock de Segurança quando a procura é variável e o prazo de aprovisionamento é fixo – no caso da revisão contínua (modelo Q) e no caso da revisão periódica (modelo P). Centralização versus descentralização de armazéns (centrais de compras). Stock de Segurança quando a procura e o prazo de aprovisionamento são ambos variáveis. Sazonalidade e sua Influência na Gestão. Exemplos em MS-EXCEL.
Modelo de Gestão “Just-in-Time
Procura irregular e previsível. Necessidades líquidas de materiais a partir do plano de intervenções de manutenção preventiva e consequente plano de aprovisionamentos. Modelo de Necessidades Líquidas (ou MRP). Exemplos em MS-EXCEL.
Peças de reserva
Procura reduzida, irregular e imprevisível. Probabilidade de cumprimento de uma missão. Cálculo do ponto de encomenda. Distribuição de probabilidade Poisson e Binomial. Procura de componentes que falham antes da substituição preventiva. Previsão da Procura de Médio/Longo Prazo. Manter ou não um Sobressalente? Exemplos em MS-EXCEL.
Avaliação do desempenho da gestão
Indicadores de desempenho de um Sistema de Gestão de Stocks. Nível de serviço. Rotação e cobertura. Análise ABC segundo diferentes critérios. Exemplos em MS-EXCEL.
Metodologias
  • Exposição de conceitos com recurso ao método dedutivo;
  • Resolução de casos com o apoio de aplicações prontas e de templates em MS-EXCEL;
Formador: Rui Assis (Prof.)
Doutorado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico. Licenciado em Engenharia Mecânica, ramo Termodinâmica, pelo Instituto Superior Técnico. Bacharelado em Eletrotecnia e Máquinas pelo ex-Instituto Industrial de Lisboa e em Máquinas Marítimas pela Escola Náutica. Professor Universitário (Investigação Operacional, Técnicas de Simulação Computorizada, Gestão da Produção e Gestão da Manutenção). Consultor de empresas em Economia Operacional. Ex-quadro e gestor de várias empresas privadas. Ex-Oficial Maquinista Naval da Marinha Mercante. Autor de vários artigos e de nove livros sobre temas de gestão. Autor de muitas aplicações de software de apoio à decisão.
DURAÇÃO: 24 Horas
Documentação de apoio
  • O livro “Apoio à Decisão em Manutenção na Gestão de Activos Físicos”, Rui Assis, LIDEL, 2014;
  • As aplicações EXCEL que acompanham este livro e que foram trabalhadas durante as sessões;
  • Os slides PP formatados em PDF que foram projectados.
  •  
Ficha de Inscrição no Curso


Ler mais: https://www.apmi.pt/news/curso-gestao-de-materiais-de-manutencao-11-12-29-e-30-de-abril-de-2019-lisboa/
De modo a que as empresas possam reduzir drasticamente a área ocupada com a armazenagem de materiais de manutenção e, simultaneamente, o dinheiro desnecessariamente empatado e o risco de constituição de monos, a APMI organiza este curso sobre Gestão de materiais de Manutenção.
Destinatários
Quadros Técnicos e Engenheiros responsáveis pela Manutenção de instalações e de equipamentos de produção em empresas industriais e grandes edifícios (hotéis, hospitais, centros comerciais, bancos, etc.);
Quadros e Gestores operacionais que ambicionem exercer a função de Gestores de Activos Físicos.
Objectivos
Divulgar os conceitos teóricos e práticos que permitam:
  • Distinguir entre materiais cuja existência permanente em armazém se justifica e materiais que só devem ser adquiridos em vésperas de intervenções de manutenção preventiva planeada;
  • Determinar os parâmetros de gestão dos materiais que se justificam existir permanentemente em armazém, segundo os modelos de reposição contínua e reposição periódica;
  • Planear as encomendas a fornecedores de materiais destinados a intervenções de manutenção preventiva (sistemática ou condicionada) pelo algoritmo MRP;
  • Calcular as necessidades de curto e médio prazo de peças de reserva;
  • Determinar a quantidade de componentes necessários durante um período longo;
  • Determinar se se justifica economicamente a posse de um sobressalente caro em stock;
  • Determinar os indicadores mais comuns da performance da gestão de materiais em armazém (composição ABC, rotação, cobertura, nível de serviço e custos de gestão);
  • Entender a influência dos parâmetros de gestão na performance;
  • Capacitar os participantes na utilização de funções específicas do MS-EXCEL.
Conteúdo Programático
Modelos de Gestão “Just-in-Case
Factores a Considerar num Modelo: procura; custos (oportunidade e armazenagem); prazo de aprovisionamento. Quantidade económica de encomenda (com e sem descontos de quantidade). Modelos de Revisão: Contínua, periódica e mistos. Stocks de Segurança. Nível de serviço. Stock de Segurança quando a procura é variável e o prazo de aprovisionamento é fixo – no caso da revisão contínua (modelo Q) e no caso da revisão periódica (modelo P). Centralização versus descentralização de armazéns (centrais de compras). Stock de Segurança quando a procura e o prazo de aprovisionamento são ambos variáveis. Sazonalidade e sua Influência na Gestão. Exemplos em MS-EXCEL.
Modelo de Gestão “Just-in-Time
Procura irregular e previsível. Necessidades líquidas de materiais a partir do plano de intervenções de manutenção preventiva e consequente plano de aprovisionamentos. Modelo de Necessidades Líquidas (ou MRP). Exemplos em MS-EXCEL.
Peças de reserva
Procura reduzida, irregular e imprevisível. Probabilidade de cumprimento de uma missão. Cálculo do ponto de encomenda. Distribuição de probabilidade Poisson e Binomial. Procura de componentes que falham antes da substituição preventiva. Previsão da Procura de Médio/Longo Prazo. Manter ou não um Sobressalente? Exemplos em MS-EXCEL.
Avaliação do desempenho da gestão
Indicadores de desempenho de um Sistema de Gestão de Stocks. Nível de serviço. Rotação e cobertura. Análise ABC segundo diferentes critérios. Exemplos em MS-EXCEL.
Metodologias
  • Exposição de conceitos com recurso ao método dedutivo;
  • Resolução de casos com o apoio de aplicações prontas e de templates em MS-EXCEL;
Formador: Rui Assis (Prof.)
Doutorado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico. Licenciado em Engenharia Mecânica, ramo Termodinâmica, pelo Instituto Superior Técnico. Bacharelado em Eletrotecnia e Máquinas pelo ex-Instituto Industrial de Lisboa e em Máquinas Marítimas pela Escola Náutica. Professor Universitário (Investigação Operacional, Técnicas de Simulação Computorizada, Gestão da Produção e Gestão da Manutenção). Consultor de empresas em Economia Operacional. Ex-quadro e gestor de várias empresas privadas. Ex-Oficial Maquinista Naval da Marinha Mercante. Autor de vários artigos e de nove livros sobre temas de gestão. Autor de muitas aplicações de software de apoio à decisão.
DURAÇÃO: 24 Horas
Documentação de apoio
  • O livro “Apoio à Decisão em Manutenção na Gestão de Activos Físicos”, Rui Assis, LIDEL, 2014;
  • As aplicações EXCEL que acompanham este livro e que foram trabalhadas durante as sessões;
  • Os slides PP formatados em PDF que foram projectados.
  •  
Ficha de Inscrição no Curso


Ler mais: https://www.apmi.pt/news/curso-gestao-de-materiais-de-manutencao-11-12-29-e-30-de-abril-de-2019-lisboa/

No cumprimento do RGPD os dados pessoais que recolhemos, em suporte físico ou digital, e qualquer que seja a sua natureza, são tratados de forma responsável, através de políticas e medidas adequadas de modo a evitar acessos e utilizações indevidas ou eventuais intrusões, minimizando riscos e contribuindo para a segurança dos mesmos. A APMI não fornece ou cede os dados pessoais na sua posse a terceiros, excepto para efeitos de cumprimento de obrigações legais devidamente enquadradas. A qualquer momento, o interessado pode contactar-nos através do email apmidpo@gmail.com e solicitar a alteração dos seus dados pessoais. Em todas as nossas comunicações mantemos a possibilidade de anular a subscrição. Consulte a nossa Política de Privacidade.

A.P.M.I. - Associação Portuguesa de Manutenção Industrial
Tel: + 351 21 716 38 81       Fax: + 351 21 716 22 59